VERAGORA

Portal de Notícias de Veranópolis e Região

Publicidade
03.08.2018 | 08:32:00 - Atualizada em 03.08.2018 | 04:32:39 Polícia

Em audiência do Caso Naiara, autor confesso do crime opta por ficar calado




Terminou às 18h desta quinta-feira, dia 2 de agosto, a primeira audiência sobre o rapto, estupro e assassinato de Naiara Soares Gomes, menina de sete anos que desapareceu quando seguia para a escola em Caxias do Sul.  O réu Juliano Vieira Pimentel de Souza, 32 anos, que permaneceu de cabeça baixa durante toda a audiência,  optou por permanecer em silêncio. Como o caso corre em segredo de Justiça, a imprensa não pôde acompanhar o procedimento. Esta é a primeira vez que o autor confesso retorna para a cidade desde a sua prisão, no dia 21 de março.

Souza está recolhido no isolamento da Penitenciária Estadual de Canoas 2 (Pecan 2). O transporte do réu foi feito por uma equipe de Porto Alegre da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Esta primeira audiência estava prevista para às 13h30min, porém o réu chegou próximo das 14h. Algemado, Souza foi conduzido para dentro do Fórum por uma porta lateral do estacionamento. Nos vinte segundos que ficou à vista, o réu ouviu diversos xingamentos dos manifestantes.

O processo agora será analisado pela juíza Milene Rodrigues Fróes Dal Bó, que deve proferir a sentença de pronúncia, definindo se o réu irá ou não à júri popular. A expectativa é que o processo leve mais um ano para ter um desfecho.

Fonte: Jornal Pioneiro

Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Enquete

Receba nossa newsletter:

fique por dentro

Cadastre seu e-mail e receba
nossa newsletter:

VERAGORA - O Portal de Notícias de Veranópolis

veragoranoticias@gmail.com

© 2017 VERAGORA.com.br Todos os direitos reservados a marca ou seus representantes