VERAGORA

Portal de Notícias de Veranópolis e Região

Publicidade
14.11.2017

Moscato, um vinho para a primavera/verão

Por: Leandro Ebert

O brasileiro que aprecia uma bebida gelada pra tomar em grande quantidade em uma festa, em casa vendo um jogo de futebol, com os amigos em um churrasco, encontra na cerveja a bebida ideal, que “desce redondo” para esses momentos. Uma pena que o consumidor brasileiro ainda não tenha descoberto o vinho Moscato.

O vinho branco da uva moscato é um vinho leve, aromático, que desce fácil e faz bem pro bolso. Um vinho pra ser bebido “sem frescuras” em qualquer copo e que faz a alegria de quem gosta de beber bastante, mas bem.

Moscato branco é uma cultivar que em já 1931, fazia parte do campo de matrizes da Estação Experimental de Caxias do Sul para a distribuição de material propagativo aos viticultores. A uva Moscato é muito bem adaptada às condições de cultivo do Rio Grande do Sul, com elevada fertilidade, alcançando produtividades em torno de 40 toneladas por hectare.

Gera um vinho com aroma acentuado e excelente relação custo/benefício, sendo bastante utilizado pelo setor vinícola para cortes com outros brancos e principalmente para elaboração do vinho espumante moscatel. Não é à toa que é a vinífera branca mais cultivada e com maior volume de produção do Rio Grande do Sul.

Além da elevada produtividade e baixo custo, se destaca também pela qualidade. Vinhos espumantes moscatéis da Serra Gaúcha estão sempre sendo premiados mundo à fora, chamando a atenção para a produção brasileira.

Todos podem ficar felizes quando o brasileiro descobrir o vinho moscato, viticultores e consumidores. Vinhos brancos moscato são vendidos a preços bem acessíveis no Rio Grande do Sul, sendo comercializados, por vezes, junto a vinhos de mesa comuns de uvas americanas, como Isabel, Bordô ou Niágara, com preços similares, até mesmo porquê são produzidas de forma bastante semelhante.

Há também opções para consumidores mais exigentes, vinhos finos brancos da uva moscato, cortes. Também não podemos esquecer que há o incomparável espumante moscatel, que agrada desde enófilos e especialistas, a pessoas comuns que não apreciam tanto espumantes Brut, mais pesados e secos.

E, já ia esquecendo, vinhos moscato podem e devem ser tomados gelados, sendo um boa opção para a primavera e verão!

Leandro Ebert

Leandro Ebert é Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal de Santa Maria em julho de 2014, com passagem pela Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis. Apaixonado por vinhos e agricultura familiar, após formado, veio atuar na Serra Gaúcha na área de Assistência Técnica e Extensão Rural diretamente com agricultores. No Veragora, Leandro traz curiosidades, esclarecimentos, informações e provocações relacionadas à produção e ao consumo de alimentos, ligando o campo à mesa.

+ ver todas colunas de Leandro Ebert

Enquete

Receba nossa newsletter:

fique por dentro

Cadastre seu e-mail e receba
nossa newsletter:

VERAGORA - O Portal de Notícias de Veranópolis

veragoranoticias@gmail.com

© 2017 VERAGORA.com.br Todos os direitos reservados a marca ou seus representantes